Voltei, voltei. Voltei de cá.

É um título estranho mas assenta-me na perfeição por estes dias. Não que a versão original do Dino Meira seja inteiramente desadequada, mas o regresso de que falo é mais interior do que físico. Portanto, Dino, não te chateies mas vou usar esta outra versão, bem mais em sintonia com o que por cá se passa. Voltei de cá e estou muito satisfeita com isso.🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s